sábado, 7 de maio de 2011


Eu queria dançar essa música, mas ela está muito lenta. Estou me perdendo nas notas, estou errando os passos, os passos que poderiam me levar até você...
"São tantos, tantos passos que alugo..." não são meus, você me deixou como uma incógnita no seu poema, "nem lá, nem cá"...
É muito tempo para não te beijar, é...muito tempo para ficar sem respirar.Você me tem como uma ave livre dentro da prisão, não segura as portas, não impede que eu fuja, mas não me dá alternativas para querer fugir...
Porque não vejo liberdade longe de você...